Cirurgia Plástica Corporal Gera Bem-Estar e Felicidade, além de Remover o Excesso de Pele e Flacidez

A Pós-cirurgia bariátrica (redução de estomago) ou qualquer perda significativa de peso fazem a pele e os tecidos perdem a elasticidade e sustentação, o que causa frustração e desconfortos físicos e psicológicos.

Um problema de saúde mundial, a obesidade mórbida não gera somente problemas estéticos, mas é um fator de risco para diversas doenças crônicas como diabetes, hipertensão, problemas vasculares, gorduras acumuladas em órgãos como o fígado e coração, alguns tipos de cânceres, problemas psicológicos e sociais. Por isso, a cirurgia bariátrica (redução de estômago) tem sido cada vez mais usual. Para ter uma ideia, em 2014 foram realizados cerca de 90 mil procedimentos no Brasil. Com a cirurgia bariátrica é possível emagrecer mais de 80 quilos, mas a questão é: depois da redução de peso, o que fazer com o corpo flácido, o excesso de pele e as dobras?

Além dos exercícios físicos, o mais indicado é procurar um cirurgião plástico que juntamente com a ajuda de especialistas como cardiologista, nutricionista e psicólogo vão definir qual o melhor procedimento em cada caso. Após a bariátrica ou qualquer perda significativa de peso, a pele e os tecidos perdem a elasticidade e sustentação.

De acordo com o Dr. Lecy Marcondes, cirurgião plástico, também é notado problemas de má postura e equilíbrio, além de psicológicos como a dificuldade de integração social e de relacionamento sexual. Muitos pacientes apresentam ainda dermatites nas dobras da pele. Esteticamente, os braços, mamas, nádegas, virilha, coxas e abdômen ficam flácidos. O abdômen, por exemplo, pode apresentar um formato semelhante ao de um avental. Mas para realizar uma cirurgia plástica corporal, normalmente, é necessário aguardar a estabilização do peso, o que deve ocorrer em até dois anos.

Os procedimentos indicados serão definidos pelo cirurgião plástico por meio de um plano cirúrgico, que geralmente incluem:

– Lifting da parte inferior do corpo: corrige a flacidez do abdômen, nádegas, virilha e culotes;

– Elevação da mama: corrige a flacidez dos seios;

– Lifting de braço: corrige a flacidez dos braços;

– Lifting de coxa: corrige a flacidez da coxa.

Para obter bons resultados sem riscos ou danos, o paciente precisa apresentar um IMC (índice de massa corpórea) abaixo de 30. “É muito difícil voltar à forma corporal antes da obesidade, mas é possível ter uma imagem harmônica. O objetivo da cirurgia plástica pós-bariátrica é gerar bem-estar e felicidade, já que o procedimento não favorece somente a beleza estética, mas também melhora a postura, o equilíbrio e, principalmente, a integração social e sexual do paciente com outras pessoas e seu parceiro/a”, finaliza Lecy Marcondes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s