Cuide da Sua Carreira e Construa Sua Própria História

(*) Claudia Monari

Todo processo de transição de carreira deve ser encarado como um momento de reflexão. Uma pausa para pensar sobre os vários aspectos da vida e, em especial, da carreira. Para quem não vai assumir outro emprego de imediato, esse tempo fora do mercado corporativo pode ter suas vantagens. A parada acaba por liberar a agenda para fazer coisas que antes não eram possíveis, bem como aproveitar mais tempo ao lado de pessoas que gosta e se dar a oportunidade de “descobrir-se” em competências ainda não experimentadas. O importante é orquestrar bem essa situação.

Apesar de “poder” fazer tudo isso, é fundamental não desviar-se do cuidado com a carreira. Quando digo carreira não estou dizendo emprego. Muitas pessoas saem de um emprego e logo buscam outro que possa lhe suprir na parte financeira e ocupação de tempo livre. Focar a atenção na carreira é muito mais amplo do que isso.

É pensar em si mesmo, naquilo que lhe faz feliz como pessoa e também como profissional. Visualizar o longo prazo ajuda a tomada de decisões de curto prazo. Quando estabelecemos um objetivo futuro, percorremos um caminho, por mais difícil que ele seja e obstáculos que se tenha. Ao ter um objetivo claro, arrumamos força para continuar.

Mudar de rota, fazer ajustes e alinhamentos de tempos em tempos, faz parte do processo. Mantenha a mente focada no que pretende e tenha uma estratégia de abordagem de mercado que alicerce a busca.

Como manter o foco e se diferenciar frente à concorrência? Considere as dicas abaixo para orientar seu projeto pessoal.

Não seja um candidato comum: entrevistadores experientes admiram candidatos espontâneos, que têm suas próprias respostas e não aqueles que usam discursos prontos;

Não busque emprego pelo título do cargo: avalie as atividades que estão implícitas naquela posição. A atividade é mais importante do que o cargo que terá. É ela que o manterá motivado;

A primeira impressão é a que fica: nesse momento você estará sendo “avaliado” em todos os lugares, seja cuidadoso com o seu discurso e com sua aparência;

Esteja preparado para procurar emprego: não espere apenas as vagas serem postadas, invista tempo buscando e até mesmo criando as oportunidades;

Esteja antenada nas mídias sociais: elas foram feitas para nos ajudar. Cuidado com os excessos em todos os sentidos;

Networking: momento de reativar e abrir novos contatos. O mercado precisa saber quem é você e o que você procura;

Seja realista: ao definir seu planejamento de carreira, leve em conta todos os fatores do seu perfil como competências, valores, motivação, idade, disponibilidade para compromissos de viagem ou mesmo para morar em outra cidade, remuneração adequada ao que você tem a oferecer e outros aspectos.

Realismo com otimismo talvez seja o segredo de manter-se em sintonia com o que o mercado oferece. Da mesma forma que você precisa ter consciência de suas possibilidades e talentos, também é fundamental não deixar-se abater por histórias de insucesso ou frustrações alheias.

A história do outro é do outro. Cada um precisa cuidar atenciosamente da própria carreira e fazer a sua história.

(*) Claudia Monari – Diretora de Assessment & Outplacement da Career Center

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s